terça-feira, 26 de janeiro de 2021

A conversão de Ratisbonne exemplo de milagres que estão por vir

A miraculosa conversão de Alphonse-Marie Ratisbonne
A miraculosa conversão de Alphonse-Marie Ratisbonne
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs








Havia no século XIX, um judeu de linhagem e religião muito rico, aparentado aos Rothschild, e chamado Ratisbonne.

Ele frequentava a alta sociedade, e estava em Roma numa viagem de turismo elegante entre os meios diplomáticos e a embaixada da França.

Uma vez foi à igreja de Sant’Andrea delle Fratte com um amigo que ia encomendar uma Missa de sétimo dia, por um terceiro amigo deles que tinha falecido. Esse terceiro tinha oferecido a vida para a conversão do Ratisbonne.

Como o Ratisbonne era judeu, não entrou na sacristia e enquanto o amigo tratava com o padre, ficou na igreja perambulando de um lado para outro.

Até que diante de um altar lateral de São Miguel Arcanjo, viu Nossa Senhora aparecer-lhe.

Nossa Senhora pousava sobre um altar revestido de toalha de linho para a Missa, estava com uma coroa de Rainha, uma túnica comprida, um cinto servindo de faixa e sorria para ele, com as mãos abertas.

Tinha todas as características da invocação de Nossa Senhora das Graças.

Ele compreendeu que estava diante de uma aparição verdadeira da Mãe de Deus, pôs-se de joelhos e se converteu.

Com enorme surpresa para o outro viu que era extraordinário o judeu rezando devotamente para São Miguel Arcanjo, que era o que ele via.

Depois disso, esse homem se tornou padre e fundou a Congregação do Sion.

Madonna del Miracolo
Madonna del Miracolo
O mundo católico inteiro ficou impressionou-se com o fato enormemente. E um pintor fez um quadro de Nossa Senhora de acordo com as indicações do padre Ratisbonne.

Ele achou que o quadro correspondia de um modo muito vago à aparição. O que facilmente se pode compreender, tomando em consideração que a beleza de Nossa Senhora.

Ela não é pintável, assim como não é descritível. Ficou chamada Nossa Senhora del Miracolo pelo milagre da aparição e de tão grande conversão.

A Congregação do Sion se empenha na conversão dos judeus que conseguiu um bom número de conversões.

E que, no firmamento da Igreja Católica, representa muito adequadamente a posição da Igreja frente aos judeus, que não consiste em odiá-los, mas em desejar sobretudo a conversão deles, a extinção do judaísmo como religião e a reversão deles à Igreja Católica, que é a verdadeira continuadora da nação eleita.

Mas, no contexto doutrinário e psicológico da época, o fato tem um significado mais profundo.

No século XIX, a Revolução insistia enormemente que o homem racional não encontra fundamentos para afirmar que a Igreja Católica é verdadeira, de que Deus existe.

Portanto, a Fé é um mito como qualquer outro. Como, a mitologia romana ou grega, dos índios ou dos africanos.

Muitas almas perderam a Fé por causa dessa ofensiva, e em revide a Providência fez vários milagres em vários lugares que empolgaram a Cristandade.

Então um judeu parente dos Rothschild, rico, que não precisava de nada, declara, de repente, que viu Nossa Senhora, abandona a vida mundana, se torna religioso e funda uma Ordem para combater o judaísmo.

Alphonse-Marie Ratisbonne, sacerdote em 1865
Alphonse-Marie Ratisbonne, sacerdote em 1865
Evidentemente, era um milagre que caiu como uma gota d'água no deserto da humanidade sacudida pela impiedade.

Mais tarde, a Providência começou os milagres de Lourdes, que são a mais acentuada série de milagres na história da Igreja. Nunca, na história da Igreja houve igual.

Aparecendo ao judeu Ratisbonne, Nossa Senhora deu um golpe na Revolução que foi sumamente estratégico e bem calculado, como pisar a cabeça da serpente. O testemunho de um judeu mostrando quanto a Igreja Católica ´´e verdadeira.

Em virtude de uma lei superior da Providência, milagres assim se tornam mais frequentes na época em que são mais necessários.

Portanto, quando a situação no mundo se torna mais precária, em que a impiedade cresce, os milagres também deverão ir crescendo.

Eles poderão demorar mais, poderão demorar menos. Eles virão no tempo necessário e farão a sua obra.

Nós devemos contar com milagres para abrir caminho no meio das investidas da Revolução e chegarmos até a vitória do Reino de Maria.

Nossa época está entrando numa situação em que a ação do demônio se torna cada vez mais evidente.

As coisas estão chegando a um ápice em que algum milagre estrondoso se torna necessário.

De que natureza? Deus tem seus mistérios, que não nos cabe alcançar.

Apenas o que nós podemos é fazermos cálculos de probabilidade.

Então, como seria o milagre? Para converter alguns?

Será que um milagre como o de Pentecostes adiantaria impondo uma imensa conversão?

Deus todopoderoso poderia fazer um milagre como aparecer novas estrelas no céu, etc..

Túmulo do Pe. Ratisbonne no Mosteiro Ratisbonne, em Jerusalém
Túmulo do Pe. Ratisbonne no Mosteiro Ratisbonne, em Jerusalém

O importante é que nos mova a discordar dos maus que hoje campeiam, e discordar com altanaria, sem nos incomodarmos com o pensamento deles.

Até tomando uma ofensiva corajosa. Seria um milagre como um corolário de Pentecostes.

Em Pentecostes receberam a língua de fogo, saíram enfrentando todo o mundo. Diz os Atos dos Apóstolos, como “ébrios”.

O mundo precisa de um milagre de uma natureza ainda não prevista. Alguma coisa misteriosa, que de repente nos surpreenda e nos transforme, e faça os lutadores que foram os Apóstolos depois de terem sido os poltrões que foram.

Em Pentecostes houve além do milagre interior um estampido que se ouviu por toda a cidade. Houve, portanto, um fato interno e um fato externo.

A festa de Nossa Senhora do Miracolo é um momento oportuno para pedir esse grande milagre.

Que Nossa Senhora faça acontecer algo que remexa essas águas pantanosas, liquide essas estagnações, que dê uma brisa fresca e nova que nos faça outros, para nós podermos fazer outros os outros.



(Autor: Plinio Corrêa de Oliveira, excertos de palestra d 13.1.1972, sem revisão do Autor)


terça-feira, 19 de janeiro de 2021

20 de janeiro 1842:
a pedra se tornou filho de Nossa Senhora !!!

Igreja onde aconteceu o milagre
Igreja onde aconteceu o milagre
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs








A poucas quadras da famosa Piazza di Spagna, bem no centro históirco de Roma, e ao lado da sede da Congregação para a Evangelização dos Povos, encontra-se a igreja Sant'Andrea delle Frate.

Neste santuário deu-se um fato extraordinário: Nossa Senhora apareceu a um rico e famoso judeu, Afonso Ratisbonne, o qual portava uma Medalha Milagrosa não por devoção, convertendo-o a Cristo.

No altar em que a Virgem Santíssima (la Madonna) lhe apareceu, havia um quadro de São Miguel Arcanjo golpeando o demônio, que pode ser apreciado ainda hoje, mas em outro local da igreja.

Foi neste mesmo altar da Aparição que São Maximiliano Kolbe, falecido no tristemente famoso campo de concentração nazista de Auschwitz, celebrou sua primeira Missa no dia 29-4-1919.

O quadro da Madonna del Miracolo (Nossa Senhora do Milagre) aparece com a fronte encimada por uma coroa e por um resplendor em forma de círculo de 12 estrelas.

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Ferrara: o divino Sangue jorrou da Hóstia

Santa Maria in Vado, em Ferrara no ano 1171
Santa Maria in Vado, em Ferrara no ano 1171
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs







Em março de 2021, serão celebrados os 850 anos do Milagre Eucarístico de Ferrara que impressiona até hoje e movimenta romarias.

Ele aconteceu na Páscoa de 1171 (28 de março), na atual Basílica de Santa Maria, em Vado, Ferrara, Itália.

A igreja leva o nome de Santa Maria in Vado e a aldeia “Borgo Vado” porque havia uma passagem (“vado”) para cruzar o rio Ferraruolo.

A passagem não devia ser tão fácil porque desde 454 no local havia um capitel com uma imagem da Virgem Maria para se encomendar a ela.

Em 657 o capitel deixou o lugar a uma igreja e, depois do milagre eucarístico, à basílica.

Naquele ano de 1171, o Pe. Pietro de Verona, prior da Basílica, celebrava a Santa Missa da Ressurreição.

terça-feira, 5 de janeiro de 2021

Cruz salva menino de bala perdida

Tiziano mostra a ferida rodeado pelos pai
Tiziano mostra a ferida rodeado pelos pais
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs







Na passagem do ano 2020 a 2021 o garoto Tiziano Medina, de 9 anos, enquanto levava suas primas ainda menores para dentro de casa pois havia grande foguetório recebeu o impacto de uma bala perdida na rua onde mora na capital de Tucumán, estado da Argentina.

A bala foi dar numa pequena cruz metálica que levava no pescoço pendendo de uma correntinha perfurando-a, descolando-a e arrancando a corrente, mas, pela mesma razão se desviando e provocando apenas uma ferida superficial.

Tiziano foi atendido no pronto socorro do Hospital del Niño Jesús próximo. Ele foi examinado exaustivamente pelos médicos de plantão e após 48 minutos de cuidados e algumas vendagens, foi dado de alta para voltar à festa na casa.