segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Bispo lituano narra sua odisseia de fidelidade no cárcere comunista

Dom Sigitas Tamkevicius, bispo de Kaunas conta sofrimentos e consolações na prisão comunista
Dom Sigitas Tamkevicius, bispo de Kaunas conta
sofrimentos e consolações na prisão comunista


Dom Sigitas Tamkevicius, bispo de Kaunas, Lituânia, narrou em recente livro os sofrimentos de seu cativeiro nos cárceres soviéticos comunistas, segundo noticiou a agência “Aleteia”.

“Nunca rezei tão intensamente como naqueles momentos. Jesus não me deixou sozinho”, disse, comentando a graça de celebrar a Missa na cela, às escondidas dos algozes.

O padre Sigitas foi preso em 1983 e levado em uma caminhonete da polícia política KGB até um porão escuro que servia de cárcere. Os corredores tinham teto alto, eram estreitos, mal iluminados e sujos.

O policial que o deteve exultou quando soube que tinha preso o sacerdote jesuíta Sigitas, do Comitê de Defesa dos Crentes.

O Comitê redigia a “Crônica da Igreja Católica na Lituânia”. Ela revelava o sistema de opressão e terror antirreligioso no país e era enviada ao exterior. O governo a qualificava de propaganda soviética e só queria prender os redatores.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Olhar retrospectivo de 2014:
“Maio de 68 conservador” cresceu no mundo

Em Paris, juventude contra o 'casamento' homossexual
Em Paris, juventude contra o 'casamento' homossexual


(Excertos de “2014: Na orla da III Guerra Mundial?” publicado na revista CATOLICISMO, janeiro de 2015, http://catolicismo.com.br/)

Em 2014 nem tudo foi mal. Sob certos pontos de vista o ano trouxe sinais esperançosos.

Enquanto a degringolada pelas vias do caos desagregava o mundo e a subversão eclesiástica avançava e dividia a Igreja Católica, a estratégia militar russa — apoiada pelas esquerdas dos respectivos países e por algumas direitas equivocadas por um falso nacionalismo — empurrava o mundo para a orla da III Guerra Mundial.

Porém, definiu-se também uma tendência visceralmente oposta, com anelos de hierarquia, ordem, família tradicional e honestidade.