terça-feira, 23 de novembro de 2021

Mais um ex “bispo” anglicano se faz católico

Nazir-Ali frequentava as mais altas esferas do anglicanismo. Na foto com a rainha Elisabeth
Nazir-Ali frequentava as mais altas esferas do anglicanismo.
Na foto com a rainha Elisabeth
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs







Um ex-“bispo” abandonou a Igreja da Inglaterra (anglicanos) e juntou-se à Igreja Católica “numa das conversões politicamente mais significativas em muito tempo” , noticiou “Infocatólica”. 

Nessa “igreja” não há padres nem bispos, embora usem esses títulos, pois suas ordenações e sagrações são inválidas.

Porém, usam e abusam de muitas exterioridades que pertencem à Igreja Católica, confundindo os cristãos. De resto, são meros funcionários públicos do Estado, frequentemente casados e sem vida religiosa séria, assalariados do governo.

A recepção de Michael Nazir-Ali, nascido no Paquistão, ex-“bispo” anglicano de Rochester, é a terceira conversão à fé católica de funcionários categorizados da “Igreja da Inglaterra” em 2021 e a quarta nos últimos dois anos.

A importância desta conversão radica no fato que Michael Nazir-Ali era candidato a “arcebispo” de Cantuária e, portanto, a Primaz da Comunhão Anglicana.

Nazir Ali se tornou católico na festa de São Miguel Arcanjo. Foi aceito pelo bispo Keith Newton, também ele um ex-anglicano que agora dirige o Ordinariato Pessoal de Nossa Senhora de Walsingham, padroeira da Inglaterra.

Os ordinariatos anglo-católicos foram criados pelo Papa Bento XVI há uma década para receber os anglicanos, pessoalmente e em grupos.

Renomeado Nazir-Ali deixou de ser falso bispo anglicano e entrou na Igreja Católica
Renomeado Nazir-Ali deixou de ser falso bispo anglicano
e entrou na Igreja Católica
Sua entrada na Igreja Católica ocorre poucas semanas depois de Jonathan Goodall, ex-“bispo” de Ebbsfleet, deixar o cargo para se tornar católico.


Em maio, John Goddard, ex-“bispo” de Burnley, foi recebido na Igreja Católica na Catedral Metropolitana de Cristo Rei em Liverpool.

Por sua vez o Dr. Gavin Ashenden, ex-capelão real da Rainha e “bispo” anglicano tradicionalista, foi recebido na Igreja Católica na Catedral de Shrewsbury no Natal de 2019.

O Dr. Ashenden disse que a recepção do Dr. Nazir-Ali no Ordinariato causou "um movimento de proporções e significados monumentais”.

E explicou: “significa que o cisma que tem suas raízes na Reforma (protestante) se esgotou e a luta passou a ser entre os resquícios do cristianismo contra o marxismo cultural”.

“Na visão de Nazir-Ali, o anglicanismo sucumbiu às forças do laicismo progressista e que agora só se pode contar a Igreja Católica para defender a fé contra esse laicismo totalitário”.

Outro fator que fez da conversão um dos fatos mais significativos no mundo cristão por muito tempo é político e teológico.

Michael Nazir-Ali havia formado um núcleo de resistência evangélica à acomodação progressiva da igreja anglicana à decadência moral mundial.

Reagiu com franqueza às tentativas de ignorar as implicações do crescimento do Islã e às de degradar a definição de casamento por acomodação com o feminismo e com a agenda LGBT.

Nazir-Ali foi Secretário Geral da Sociedade da Missionary Church de tendência evangélica anglicana hostil ao catolicismo.

Michael Nazir-Ali manteve unidos os anglicanos conservadores ou ortodoxos contra a revolução progressista dentro das fileiras dessa seita protestante.

Nazir-Ali havia fundado o movimento conservador GAFCON para salvar o anglicanismo da subversão dos valores.

Gavin Ashenden é outro ex-'bispo' anglicano que se fez católico e explicou a importância das conversões em curso
Gavin Ashenden é outro ex-'bispo' anglicano que se fez católico
e explicou a importância das conversões em curso
Mas dentro desse movimento havia uma ‘guerra civil’ face a atitude a tomar diante do feminismo e da agenda LGBT
. Houve armistícios internos que apenas resistiram até a ordenação de seis mulheres bispisas e a aceitação da “bênção” para casais do mesmo sexo nos EUA.

Michael Nazir-Ali descobriu que as tentativas de manter uma aliança conservadora estão condenadas ao fracasso sem o Papado católico que é essencial para definir a verdade e a autoridade.

Assim chegou à conclusão que o anglicanismo está tão comprometido com o laicismo progressista que não pode mais ser resgatado.

As implicações de sua conversão abalarão os anglicanos da Comunhão Anglicana espalhados pelo mundo todo.

Toda a cultura ocidental está sofrendo uma espécie de guerra civil, um colapso nervoso cultural e espiritual sob o ataque do marxismo cultural comentou o ex-“bispo” convertido Gavin Ashenden.

A decisão de Nazir-Ali fortalecerá a reputação do Ordinariato católico na Inglaterra suscitando um movimento de restauração da unidade da Igreja fiel à tradição petrina e apostólica que evangelizou o Ocidente antes de que qualquer outra “igreja”, acrescentou o ex-“bispo” convertido Gavin Ashenden, em artigo reproduzido por “Infocatólica”.


3 comentários:

  1. Amilton Maciel Monteiro26 de novembro de 2021 10:16

    Muito grato e muito feliz com a noticia.

    ResponderExcluir
  2. RÚSSIA TEVE O GOLPE,1917 E DEPOIS COMEÇOU OS VÍROS,FRIPE SUÍNA,ETC. PRA PEGAR O MUNDO.O ZÉ DIRCEU QUE PEGAR O BRASIL E O RESTO,QUE PEGAR AMAZÔNIA.FICA O ALERTA

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.