quarta-feira, 16 de maio de 2012

Pepsi desiste de procurar novos sabores usando células de fetos abortados

Boicote fez mudar perversa linha empresarial
Boicote fez mudar perversa linha empresarial

A PepsiCo anunciou que não aceitará células abortivas em experimentos para desenvolver aromatizantes de suas bebidas – informou a agência LifeSiteNews.

A decisão foi tomada após milhares de pessoas aderirem ao boicote promovido pelo grupo pela vida Children of God for Life. 

“Estamos absolutamente estarrecidos com a decisão da Pepsi”, havia declarado Debi Vinnedge , diretor do grupo pela vida. “Agora ela ouviu os consumidores e assumiu uma atitude sábia”, acrescentou.


Paul Boykas, encarregado de relações públicas da Pepsi, escreveu ao grupo pela vida dizendo que, após discussões internas, a empresa decidiu que prosseguir nessa linha não estava de acordo com os seus interesses.

O boicote começou em maio de 2011 e consistia em se abster de produtos da multinacional dos refrigerantes. Trinta e cinco associações pela vida aderiram à iniciativa moralizadora.

A Senomyx, contratada pela Pepsi, fazia as repugnantes experiências
A Senomyx, contratada pela Pepsi, fazia as repugnantes experiências
De início, o gigante parece não ter dado tanta importância ao anão representado por esses grupos. Mas agora “jogou a toalha”.

Os grupos manifestaram seu contentamento e receberam com cortesia o anúncio da retirada pela Pepsi dessa repugnante iniciativa.

As experiências com células de fetos abortados eram feitas pela empresa Senomyx, contratada pela Pepsi. Até mulheres que praticaram voluntariamente o aborto mostraram-se horrorizadas com as experiências.


Um comentário:

  1. José Juarez Batista Leite18 de maio de 2012 14:26

    Além do anúncio da retirada desse tipo de macabra experiência,que só foi conseguido pela pressão dos grupos favoráveis à vida,a empresa,também,deveria fazer uma retratação pública,pedindo desculpas aos consumidores e à sociedade por essa ação.
    Eu fico tentando imaginar o critério que levou a pepsi a adotar tal medida,enquanto o íntimo do meu ser comove-se de indignação.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.