segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

O Natal perfumado da capital de Carlos Magno

Natal, nas ruas estreitas da Aachen medieval
Natal, nas ruas estreitas da Aachen medieval
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs








No Natal, nas ruas estreitas da Aachen (Aquisgrão, Aix-la-Chapelle) medieval se respira o perfume de canela, cardamomo, coentro, anis, cravo, pimenta, gengibre.

Dezenas de padarias, pastelarias e chocolatarias preparam as bolachas Aachener Printen, enquanto no mercado de Natal se bebe o Glühwein (quentão com muitas especiarias) e se comem tradicionais castanhas recém-assadas, informou reportagem de “La Nación”.

As comemorações começam na festa de São Martinho de Tours (11 de novembro) e Santa Catarina (25 de novembro).



Glühwein: o quentão natalino
Glühwein: o quentão natalino
A mais aguardada é a de São Nicolau (6 de dezembro), o maravilhoso portador dos presentes pedidos por incontáveis crianças.

Essas festas anunciam o início dos quatro domingos do Advento na preparação penitencial do Natal e na expectativa feliz da vinda do Menino Jesus.

As Aachener Printen se remontam aos tempos em que Carlos Magno escolheu sua prezada cidade para nela instalar o centro de seu imenso império sacral europeu.

A residência imperial deve muito, desde os primeiros séculos medievais, às suas águas termais, privilegiadas pelos romanos.

Não espanta, pois, que um soldado romano uniformizado como na Antiguidade cuide dos banhos termais.

E dezenas de crianças passeiam pelo empedrado medieval com faróis de papel de arroz e uma vela dentro, ao som das músicas de orquestras de rua que enchem os ares de melodias natalinas.

Marienschrein a urna que conserva as sagradas relíquias na catedral de Aquisgrão
Marienschrein a urna que conserva as sagradas relíquias na catedral de Aquisgrão
A catedral está cheia de tesouros medievais, vitrais e, mais importante: excepcionais relíquias da Sagrada Família, de Nosso Senhor no Santo Sepulcro e de São João Batista.

Além, é claro, dos restos mortais de Carlos Magno que, em Aquisgrão e numerosas outras dioceses do norte da Europa é venerado como Beato com liturgia e ofício próprios.

A cada sete anos, centenas de romeiros – a próxima vez será em 2021 – concorrem para contemplar ou venerar as quatro preciosas relíquias guardadas numa esplêndida urna gigante a Marienschrein , as quais são exibidas só nessa ocasião.

São elas:

Vestido que Nossa Senhora usou no Nascimento de Jesus. Foto de 2014, Andreas Steindl - Diocese de Aachen
Vestido que Nossa Senhora usou no Nascimento de Jesus.
Foto de 2014, Andreas Steindl - Diocese de Aachen
1. a túnica que Nossa Senhora usou no dia do Natal;

2. os panos com que Ela envolveu o Menino Jesus recém nascido;

3. o tecido menor usado por Cristo durante a Crucificação e

4. o lenço em que foi envolvida a cabeça de São João Batista após a sua decapitação.

As relíquias ficam normalmente na urna da Santíssima Virgem Maria (Marienschrein).

Carlos Magno foi o primeiro Imperador do Sacro Império Romano Alemão instituído pelo Papa São Leão Magno e durante 500 anos seus sucessores foram coroados nessa catedral.

As Aachener Printen são simples, deliciosas, maravilhosas e fazem lembrar ao grande imperador Carlos Magno
As Aachener Printen são simples, deliciosas, maravilhosas
e fazem lembrar ao grande imperador Carlos Magno
A padaria Klein consagra-se às Printen desde 1912. Seu dono explica que cada um “tem sua própria fórmula” e que Carlos Magno as preferia mais duras.

Klein produz sete mil quilos diários, “no velho estilo”, quer dizer, mais moles, úmidas, banhadas em chocolate, trazendo avelãs e amêndoas, com formas minúsculas ou com enormes de animais ou personagens.

Aachen procura com avidez as “Lebkuchen”, bolachas que impressionaram tanto os irmãos Grimm, que em seus Contos de Fadas as escolheram para decorar a casinha de Hansel e Gretel.

Feitas com múltiplos ingredientes, até hoje deliciam toda a Alemanha.

As crianças as produzem em casa, e nos Kindergarten elas são penduradas em calendários até o dia 24 de dezembro.

A lembrança do grande imperador é a justo título onipresente.

As Aachener Printen não podiam ter outro imperador senão Carlos Magno!
As Aachener Printen não podiam ter outro imperador senão Carlos Magno!
O nascimento do Sacro Império com sua a sagração em Roma pelo Papa Leão III no dia 25 de dezembro do ano 800 foi um segundo Natal para a Cristandade.

Tudo aconteceu de modo surpreendente para ele, mas não para o Papa santo que havia muito queria restaurar o grandioso Império.

A esplêndida laje de porfírio sobre a qual sucedeu o magno e feliz evento se conserva encravada no precioso chão da Basílica de São Pedro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.