segunda-feira, 6 de abril de 2009

Terça-feira Santa:

Consumatum est (Jo 19,30), a vítima expirou, o sacrifício foi consumado, opera-se a Redenção e o gênero humano foi salvo.

Nosso Senhor Jesus Cristo já tinha morrido quando a lança de Longinus O perfurou.

O furor dos algozes atravessou o Sagrado Coração, e então foi derramado o último sangue e a última água por nós. Ó extremo da misericórdia, de bondade e de condescendência!

Meu Deus, quem sabe se às vezes eu cravei no Coração de Jesus a lança de Longinus?

Não é só o pecado mortal. É o velho hábito da tibieza: não se muda, não se progride nem se quer progredir, observa-se os outros progredirem, e o pecador não se incomoda.

Um pouco daquela água com sangue respingou no rosto de Longinus. Ele era catacego, adquiriu a vista, converteu-se e transformou-se, segundo a tradição, num santo.

Quem sabe agora eu recebo também esta graça? Esta graça, meu Senhor, Vos peço pelos méritos de vossa Mãe Santíssima, na hora em que Vós expirastes.



Desejaria receber atualizações instantâneas e gratuitas de "Luzes de Esperança" em meu email

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.