domingo, 24 de agosto de 2008

Educação no lar cresce no mundo todo e pode vir a ser liberada no Brasil


Mais de um milhão de crianças nos EUA recebem dos seus próprios pais formação escolar em casa com excelentes resultados: é o homeschooling.

Os pais temem que os filhos se corrompam nas escolas públicas ou até nas privadas e/ou católicas. O homeschooling progride também no Canadá, Austrália, Inglaterra, Irlanda, México, Filipinas, Japão, República Checa, Alemanha, Colômbia e Índia. segundo a UNESCO mais de 2 milhões de crianças se beneficiam com esta educação.

Homeschooler na AustráliaTrês líderes do homeschooling católico visitaram o Vaticano onde receberam encômios de cardeais e bispos.

Mons. Karl Josef Romer, do Pontifício Conselho pela Família, disse: “eu admiro verdadeiramente os pais que assumem esta grave tarefa (...) são o mais perfeito modelo de maestros”, informou LifeSiteNews.

Entretanto, no Brasil, essa liberdade não existe e os pais que querem educar bem seus filhos no lar protegendo-os dos perigos das más escolas públicas podem ser processados criminalmente.

Entretanto, no início de junho, o deputados federais Miguel Martini (PHS-MG) e Henrique Afonso (PT-AC), protocolaram projeto de lei na Câmara que regulamenta a educação domiciliar no país, abrindo espaço legal para esta prática hoje tão salutar.

Quero atualizações instantâneas e gratuitas no meu email

Um comentário:

  1. parece k os grandes valores cristãos estão d volta á sociedade... pq será? pq os governos kerem? ou será pq impedem, e a sociedade, aos poucos, vai percebendo a realidade?!
    Olga

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.