segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Universitários americanos repudiam Ahmadinejad


O presidente iraniano Mahmud Ahmadinejad foi falar na famosa Universidade Columbia de Nova York, a convite do reitor Lee Bollinger. Nos tempos da guerra do Vietnã ele teria sido recebido por agitadores pacifistas e anti-americanos e teria saído coberto de prestígio pela mídia. Ocorreu, porém, o contrário. Os estudantes foram em massa a protestar contra ele, hipotecando solidariedade com os soldados que lutam no Iraque. Até o reitor que o tinha convidado virou casaca e o tratou de “ditador cruel e mesquinho”.

Ahmadinejad não arredou e repetiu os desaforos que vêm tensionando o mundo. A multidão dos alunos patriotas mostrou que na juventude americana o ambiente não está para muitas concessões políticas ou bélicas.

Um comentário:

  1. Claro que estou contra Ahmadinejad mas tb estou contra Buch. Ambos são Terroristas...

    Olga

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.