quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Laptops saem das aulas e alunos melhoram


A escola superior de Liverpool (Nova York) baniu os laptops das aulas (foto). Eles não favoreciam os alunos, mas serviam para que fugissem das tarefas, para trocar "dicas" nos exames, ver pornografia e atacar eletronicamente as empresas locais. Outras escolas tomaram a mesma decisão. “Após sete anos, não há, ao pé da letra, nenhuma indicação de que eles tenham um impacto positivo na melhora dos alunos”, disse Mark Lawson, presidente do conselho escolar de Liverpool. Mais de 30 pais de família apoiaram a decisão. Tais desastres escolares ocorrem porque a tecnologia é promovida por filantropos e políticos sem conexão com a realidade, registrou o “The New York Times”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.