domingo, 29 de julho de 2007

Wal-Mart volta atrás e manda funcionários desejar Feliz Natal!


Todo ano a festa de Natal é objeto de manobras que visam esvaziá-la ainda mais de seu conteúdo religioso.

Mas no Natal de 2005, nos EUA, grupos de católicos conservadores boicotaram a rede Wal-Mart — gigante mundial dos supermercados — porque esta tinha eliminado toda referência cristã em suas lojas e catálogos e proibido os funcionários de cumprimentar com o tradicional Feliz Natal.

Diante da queda das vendas, Wal-Mart ordenou a seus funcionários não mais acatar a anterior proibição e passar novamente a cumprimentar com Feliz Natal. A cadeia também anunciou que deixará de financiar grupos homossexuais.

A descatolização da vida pública não é uma fatalidade, ela pode e deve ser revertida. Mas é preciso que os católicos se coliguem para defender sua religião na sociedade, com inteligência e coragem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.