domingo, 29 de julho de 2007

Príncipe Harry não teme ir combater no Iraque

O príncipe real inglês Harry não irá combater no Iraque, por decisão do Estado-Maior do Exército. O general Richard Dannat alegou que seria perigoso demais. Quem não tinha medo do perigo era o príncipe, que ficou “extremamente desapontado por não poder ir lutar no Iraque” ao lado de seus soldados. Os nobres, desde sempre, pagam um “imposto de sangue” arriscando a vida nas primeiras fileiras do combate. Numerosos príncipes reais, ou de grandes linhagens nobres, deram a vida nos campos de batalha por seus países. Por isso suas memórias são cultuadas com veneração até hoje.

2 comentários:

  1. Vou ser sincera: ele disse isso para fazer boa fiqura, como Principe, porque na realidade, não estou haver, no Mundo de hoje, homens "valente" na guerra...


    Olga

    ResponderExcluir
  2. Fiquei muito feliz em saber que o Princepe Harry se encontra no Iraque. Ele e' corajoso e esta' dando uma boa licao do dever de um principe. So nao entendi porque dizem que ele tem que voltar para casa, depois que a noticia se espalhou. Se todos os homens fossem iguais, como muitos dizem, ele deveria ser tratado como qualquer outro soldado.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.