sábado, 28 de julho de 2007

Castidade pré-matrimonial, êxito contra o AIDS

Durante uma conferência de cúpula de 17 países africanos sobre o AIDS, o presidente de Uganda, Yoweri Museveni, negou-se a distribuir preservativos nas escolas. Segundo ele, isso só causará mais contágios. “É inaceitável ensinar aos alunos como serem promíscuos e usarem preservativos. [...] Deveríamos achar outras formas de ocupar as mentes de nossas crianças”, disse.

Yoweri Museveni, presidente de Uganda
Uganda é o país que alcançou maior êxito na luta contra a AIDS, porque promove a abstinência sexual pré-matrimonial. Os resultados superam tudo o que pretendem ter feito outros países ensinando práticas antinaturais, condenadas pela moral católica. Nestes a disseminação da pandemia vem se agravando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.