sábado, 28 de julho de 2007

850.000 espanhóis contra o diálogo entre socialistas e ETA

Mais de 850.000 espanhóis protestaram nas ruas de Madri contra o diálogo —a bem dizer, concessão— que o governo socialista de Zapatero vem mantendo com a organização terrorista basca ETA. O ato foi convocado pela Associação das Vítimas do Terrorismo. O povo bradava “Zapatero embusteiro”, “Não se dialoga”, “Negociação no meu nome, NÃO”. As autoridades socialistas ausentaram-se da manifestação escandalosamente, segundo os jornais madrilenos. Simultaneamente, o partido ilegal Aribatasuna — fachada dos terroristas da ETA — promoveu marcha em Bilbao de apoio ao diálogo desejado pelo governo socialista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.